Uma Bioeletrografia é a imagem da ionização dos gases e/ou vapores exalados pelos poros da pele e as cores e estruturas geométricas que nela aparecem nos permitem um auxílio diagnóstico de problemas orgânicos e/ou psíquicos.
No Brasil, o Prof. Newton Milhomens, nos últimos meses de 1967, em Brasília, começou a pesquisar sobre o assunto,  tendo chegado a descobrir, uns oito anos depois, como identificar sinais no halo que dentificavam doenças orgânicas e problemas diversos na área psíquica, através das então denominadas fotos kirlian. Sua consolidação se deu durante a década de 1980.

 

 

 

No ano de 1987 na Finlândia, é fundada a IUMAB - União Internacional de Medicina e Bioeletrografia Aplicada hoje, a IUMAB é reconhecida como o Órgão Máximo da Bioeletrografia no mundo.

Atualmente a Técnica Bioeletrográfica, além de ser utilizada como auxílio diagnóstico na área médica, para identificar problemas de saúde orgânica e/ou psíquica, através dos bioeletrogramas, também está sendo utilizada em pesquisas nas áreas de agronomia, mineralogia, fitoterápicos, acupuntura, veterinária, homeopatia, psicologia, terapias complementares diversas.

Em setembro de 1999, a Academia de Ciências da Rússia, durante a realização de um Congresso, em Moscou, considerou oficialmente a Kirliangrafia como sendo um fato científico e, em 2000, o Ministério da Saúde da Rússia até a recomendou para a prática médica naquele país. Por ocasião do V Congresso de Kirliangrafia ocorrido no ano de 2000 em Curitiba (Brasil) o nome Kirliangrafia foi modificado para Bioeletrografia.

 

texto extraído do site oficial de Bioeletrografia: www.bioeletrografia.com.br

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS 2011 | POLÍTICA DE PRIVACIDADE  
DESENVOLVIDO POR:
reiki contato quem sou massagem metamórfica florais de minaspsicoterapia